terça-feira, 6 de março de 2018

Eis-me aqui , Senhor !




Hoje meu texto vai em homenagem ao querido Padre Aldivino , vigário de nossa paróquia Nossa Senhora Aparecida em Echaporã .

Padre Aldivino não é uma figura midiática , conhecida do público como tantos outros padres com programas televisivos , shows e etc . Mas aqueles que o conhecem sabem a importância desse valoroso soldado de Cristo .

Seu jeito simples de ser , sua humildade , seu sorriso tímido sempre me chamam a atenção . Não tem mais os ímpetos da juventude . Fico a imaginar seu tempo de pároco em ação , pois sempre fala dos lugares por onde passou . Percebe-se no peito uma saudade imensa dos amigos que conquistou pelos caminhos por onde passou levando a Palavra , construindo o Reino de Deus .
Isto ele também nos diz em sua poesia , que escreve no dia a dia , no silêncio de seu quarto , entre uma celebração e outra nas quais ajuda nosso pároco Padre Arnaldo José ;

Eia aí um pequeno trecho de sua poesia 

Peregrino : fazendo amigo

Depois de alguns anos
Relembro saudoso
Meus velhos amigos
De sonho ditoso
Por onde passei
Jamais esquecerei
Meu querido povo

Falo de Echaporã
Meu querido chão
Onde aprendi
A primeira lição
Recordo com alegria
A primeira Eucaristia
E também a ordenação

E assim, Padre Aldivino vai descrevendo sua caminhada em versos , não esquecendo um lugar sequer , todos muito bem guardados em seu coração .


poesia "Eis-me aqui " Na qual fala do "chamado " e que foi declamada durante a celebração de seus 32 anos de sacerdócio


A poesia é seu principal Hoby, embora desconhecida de muitos . Apenas as edita, publica , mas não as comercializa . A pouca renda que consegue na comunidade mesmo,  reverte em benefício da paróquia .

As estrofes acima fazem parte do último livro de poesias que publicou . Uma riqueza , da qual ganhei dele mesmo um exemplar .

Rancho de Caboclo “ é uma coletânea de poesias onde fala de sua vocação , sua vida espiritual ,família , vida na roça , suas andanças e tantas outras coisas , recordando a fazenda onde viveu sua infância e até hoje é o seu lugar preferido de descanso e meditação : junto aos familiares .





na capa do livro , seu recanto preferido 

Padre Aldivino , poeta , prefere o silêncio da vida espiritual . Não o silêncio interpretado como mutismo . Muito menos de indiferença , uma vez que pode-se dizer já deixou a nós ,o seu legado . 

É um silêncio , que segundo Thomas Moore , não é uma ausência de som , mas sim uma mudança de atenção para os sons que falam à alma .
Já dizia São João da Cruz que “é no silencio do coração que Deus encontra espaço para se manifestar

E é assim que interpreto o silêncio de Padre Aldivino : o silêncio de alguém que tem o coração em paz , que vive no íntimo do coração a alegria de quem tem Cristo como Senhor e Salvador e a transmite a todos que com ele convivem .

Minha homenagem

"Parabens padre Aldivino pelos 32 anos de dedicação pastoral. São tantos caminhos percorridos, tantas ovelhas acolhidas , trazidas de volta ao redil divino,tantos amigos que deixaram saudades, lugares que ficaram na memória,... Tantas alegrias, tantas dificuldades, mas nada que lhe tirasse o sorriso do rosto, como se sempre estivesse a dizer

"EIS-ME AQUI, ENVIA-ME,  SENHOR,
QUERO EVANGELIZAR COM ARDOR,
E O TEU REINO AJUDAR CONSTRUIR"

Que Deus lhe conceda muita saúde para que continue nos contagiar com seu jeito simples e amável sempre com um sorriso no rosto a mostrar o Cristo que há no seu coração.

Seu testemunho silencioso ou descrito em versos, que nos faz tão bem, nos cativa e nos dá a certeza da paz que Jesus oferece àqueles que o seguem incondicionalmente.

Deus o abençoe sempre e que possamos contar com esse testemunho maravilhoso por muitos anos.
Que seu ministério continue sendo frutuoso.

Edite , paroquiana da Echaporã 




4 comentários:

  1. Edite uma bela e merecida homenagem!!!
    Gostei de ler ... bj

    ResponderExcluir
  2. Bela homenagem amiga e muito merecida.
    Amiga, esses dias recebi muitos abraços, reais e virtuais.
    É engraçado como um simples abraço faz-nos sentir bem.
    em qualquer lugar ou língua.É sempre compreendido...
    E abraços não precisam de equipamentos, pilhas ou baterias especiais,
    É só abrir os braços e os corações...

    Guarde este abraço da amiga Lourdes e tenha um lindo início de semana.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia. Tão bom viver dentro da palavra de Deus.
    .
    * Se te amar for pecado ... Então sou um Pecador *
    .
    Cumprimentos poéticos

    ResponderExcluir